III SEMINÁRIO INTERNACIONAL

DEMOCRACIA, DIREITO E TRABALHO:
IMPLOSÃO SEM DINAMITE

 
 
 

TRABALHADORES DO MUNDO, UNI-VOS!

 

O Seminário Internacional “Negociação Coletiva em Tempos de Crise”, promovido pelo Instituto Lavoro e apoiado por LBS Advogados e pela FES – Fundação Friedrich Ebert, foi realizado em São Paulo dias 17 e 18 de outubro.

Foram dois dias de importantes debates sobre a negociação coletiva na Alemanha, Itália, Espanha, Argentina e Brasil, com a participação de mais de 150 pessoas e transmissão ao vivo pela Fundação Perseu Abramo. “A negociação coletiva é essencial para o movimento sindical, porém, no Brasil pós-golpe, o tema ganhou dimensão ainda maior, uma vez que está agregado a outras discussões importantes como a prevalência do negociado sobre o legislado, terceirização e ultratividade”, resumiu o sócio LBS e diretor-presidente do Instituto Lavoro, José Eymard Loguercio, sobre o evento.

Para ele, a principal proposta do Seminário foi a de trabalhar a realidade da negociação coletiva em outros países e traçar uma comparação com o que acontece no Brasil, especialmente neste momento de instabilidade política e de desconstrução do Direito do Trabalho, sendo o Judiciário não é apenas coadjuvante, mas protagonista por meio da atuação do STF.

O Seminário Internacional “Negociação Coletiva em tempos de Crise” reuniu entre painelistas, o addvogado alemão Helmut Platow; o Professor Giani Arrigo, da Universidade de Bari, Itália; o Professor Francisco Trillo Párraga, da Universidade Castilla-La Mancha, Espanha; e o ex-Ministro do Trabalho argentino Carlos Tomada.

Os palestrantes discorreram sobre a realidade de seus países, abordando a conjuntura política e as maneiras como se celebram os acordos coletivos. Abordaram também os problemas enfrentados pelos trabalhadores para fortalecer a negociação e mostraram como buscam resolvê-los, seja no Poder Judiciário, seja na atuação das entidades sindicais.

Na Mesa “Realidade e Perspectivas no Brasil”, várias categorias de trabalhadores estiveram representadas por seus dirigentes sindicais: Manoel Messias Melo, Vice-Presidente do Sindpd-PE; Roberto Von Der Osten, Presidente da CONTRAF; Claudir Nespolo, Presidente da CUT-RS; Cláudio da Silva Gomes, Presidente da CONTICOM-CUT; e João Cayres, membro da direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Como debatedores, a Socióloga Silvia Portella e os Advogados José Eymard Loguercio e Fernanda Giorgi, membros do Instituto Lavoro; o Advogado Mauro Menezes, do escritório Roberto Caldas, Mauro Menezes & Advogados; Jacy Afonso, Secretário de Formação da FETEC-CUT/CN; e a Advogada Alessandra Camarano, Vice-Presidenta da ABRAT.

 
 
 
 
 
 

Reveja aqui a galeria de fotos:

 
 
 
 
 
 
 
 
© 2014 REEN.
All rights reserved.